Advertisement

The Sandman Will Keep You Awake - The Loop

01:40


Meryl Silverburgh (メリル・シルバーバーグ) era a oficial comandante da Rat Patrol Team 01 do CID. Antes de sua posse como comandante, Meryl era uma conhecida soldado de carreira devido ao seu envolvimento no Incidente Shadow Moses, onde trabalhou ao lado do lendário mercenário Solid Snake. Inicialmente, pensou-se que ela era sobrinha do ex-comandante da FOXHOUND, Roy Campbell. No entanto, mais tarde foi descoberto que Meryl era na verdade sua filha biológica.

Biografia

Seu Passado e Carreira

Meryl Silverburgh era sobrinha de Roy Campbell, sem o conhecimento de Meryl, ela era na verdade a filha biológica de Campbell como resultado de um caso que ele teve com a esposa de seu irmão mais novo. Seu pai adotivo, Matt Campbell, foi morto em combate durante a Guerra do Golfo, quando ela era jovem.

Criada em uma casa de tradições militares, Meryl treinou-se ao longo de sua infância nas artes do exército. Ela admirou tanto a unidade da FOXHOUND, vendo os dias em que seu "tio" e Solid Snake eram membros do apogeu da unidade e usava uma tatuagem com o logotipo dos anos 90 em seu ombro esquerdo. Ela ingressou no Exército depois de terminar o ensino médio, recebendo extensa psicoterapia e alguma terapia genética limitada para evitar qualquer atração pelo sexo oposto.

Incidente de Shadow Moses

Durante um exercício de teste de armas na Ilha Shadow Moses, Meryl se juntou à FOXHOUND como um substituto de emergência em 2005, depois que vários soldados foram dados como desaparecidos. Após sua chegada à ilha, a FOXHOUND e as Forças Especiais da Próxima Geração se revoltaram contra o governo dos EUA, assumiram o controle das instalações de disposição nuclear da ilha e roubaram o Metal Gear REX, que havia sido desenvolvido em segredo pela ArmsTech. Embora inicialmente acreditado ser uma coincidência infeliz, mais tarde foi revelado que o Pentágono a designou deliberadamente para Shadow Moses naquele mesmo dia, a fim de forçar Roy Campbell a reter informações vitais de Snake durante os eventos do Incidente de Shadow Moses. Meryl se recusou a se juntar à rebelião e foi feita prisioneira, colocada na cela adjacente ao chefe da DARPA, Donald Anderson. Antes disso, entretanto, o presidente da ArmsTech, Kenneth Baker, deu a Meryl um cartão PAL antes de ser submetido a uma sessão de tortura por Revolver Ocelot. Este cartão PAL pode ser usado para ativar ou desativar REX e só pode ser usado uma vez. Após a morte do chefe da DARPA, o guarda da cela de Meryl, Johnny Sasaki, destrancou a porta dela depois que ela começou a bater. Vendo uma oportunidade, Meryl rapidamente o subjugou e roubou seu uniforme e Codec. Pouco tempo depois, Meryl, disfarçada de Soldado Genoma, se encontrou com Solid Snake, que ela inicialmente pensou ter assassinado o chefe da DARPA e confundido com o líder terrorista Liquid Snake. Depois que ambos se defenderam de uma força de ataque de Soldados Genoma, Meryl correu para o elevador próximo, onde sua mente foi tomada por Psycho Mantis da FOXHOUND. Disparando seu rifle, ela manteve Snake sob controle, antes de escapar para outro andar.

Mais tarde, Meryl usou o Codec roubado para contatar o Presidente Baker sobre sua fuga. Eventualmente Meryl e Snake começaram a trabalhar juntos, depois que o último soube de sua frequência de Codec. Ela conseguiu ficar escondida usando seu disfarce de Soldado Genoma e informou a Snake sobre o papel da instalação como um laboratório de desenvolvimento de armas de destruição em massa, que ele acreditava ser uma instalação simples de descarte. Meryl brevemente estragou seu disfarce durante uma conversa posterior, e quebrou seu Codec no processo de fuga, depois que Snake a contatou a respeito do resgate do Dr. Hal Emmerich.

Videos

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.